Reflexões de fim de ano para os líderes!

Exercer o papel de líder, requer que você pare, reflita e repense suas atitudes constantemente. Separamos alguns pontos que poderão lhe auxiliar nesse momento de reflexão.

Nessa época é de suma importância realizar uma reflexão de como foi o ano. Dessa forma, te convidamos a olhar com atenção alguns pontos, sobre como foi sua conduta enquanto líder:

Visão e Prioridades

Na pressão das atividades cotidianas, com frequência os líderes não conseguem comunicar sua visão de forma adequada para a empresa e em particular, não fazem a comunicação de um modo que ajude os colaboradores a determinar onde concentrar os próprios esforços.

Com que frequência comunico a visão que tenho dos negócios?
Já identifiquei três ou cinco prioridades fundamentais para realizar essa visão e conversei sobre elas?
Caso alguém lhes pergunte, seus colaboradores serão capazes de discutir visão e prioridades?

 

Gestão do Tempo

Os líderes precisam saber como estão usando seu tempo. Também precisam garantir que sua alocação de tempo (assim como a de seus colaboradores) se alinhe com as prioridades principais.

Como você está usando seu tempo? Isso se alinha com suas prioridades principais?
Como seus colaboradores estão usando seu tempo? Isso se alinha com as prioridades principais do negócio?

 

Feedback

Muitas vezes os líderes não conseguem orientar os funcionários de modo direto e oportuno. Em vez disso, esperam para dar o feedback na avaliação de fim de ano. Essa abordagem pode levar a surpresas desagradáveis e minar o desenvolvimento profissional eficiente.

Você dá feedback direto e oportuno às pessoas para que possam tomar as atitudes cabíveis?
Você tem cinco ou seis colaboradores que lhe dirão coisas que talvez você não queira mas precisa ouvir?

 

Planejando sobre a sucessão

Quando os líderes não conseguem efetivamente planejar sua sucessão, não delegam o suficiente e podem se tornar pontos de gargalo no processo decisório. Haverá funcionários-chave que deixarão a empresa se não forem ativamente preparados e desafiados.

Já escolheu, pelo menos na sua opinião, um ou mais sucessores em potencial?
Você está orientando e ofertando tarefas desafiadores?
Está delegando de forma suficiente? Tornou-se um gargalo no processo de decisão?

 

Avaliação e alinhamento

O mundo está em constante transformação e os líderes precisam ser capazes de adaptar os negócios de acordo com as mudanças.

O modelo de sua empresa ainda está alinhado com os fatores-chave de sucesso do negócio?
Se tivesse de planejar seu negócio numa folha em branco, como o planejaria? No que ele seria diferente do desenho atual?
Precisa criar uma força-tarefa de subordinados para responder a essas questões e me lhe dar orientações?

 

Liderar sob pressão

Em épocas de estresse, as ações de um líder são observadas de perto pelos colaboradores e têm um impacto profundo tanto na cultura da empresa quanto no comportamento dos colaboradores. Líderes bem-sucedidos precisam estar atentos a seus próprios gatilhos de estresse e, de maneira consciente, modular seu comportamento durante esses períodos a fim de assegurar de que estão agindo de modo consistente com suas crenças e valores íntimos.

Quais os tipos de eventos que criam pressão em você?
Como você se comporta sob pressão?
Que sinais você envia a seus colaboradores? Esses sinais ajudam, ou estão minando o sucesso do negócio?

 

Permanecer verdadeiro para si mesmo

Executivos bem-sucedidos desenvolvem um estilo de liderança que se encaixa não só nas necessidades do negócio, como também em sua personalidade e em suas próprias crenças.

Seu estilo de liderança é maleável?
Você se impõe de forma suficiente, ou se tornou indeciso?
Você é politicamente correto demais?

Será que suas preocupações com bônus ou promoções te fazem sair distribuindo socos ou parecer hesitante na hora de expressar suas opiniões? Esses pontos poderão lhe ajudar a planejar um 2017 diferente.


Referência
KAPLAN,R.S. O que perguntar a pessoa no espelho. In: Os 10 mais HBR: gestão pessoal. São Paulo: Harvard Business Review Brasil, 2016.