Interculturalidade

intercultu-01Um desafio crescente no mundo dos negócios

Atualmente as equipes de trabalho estão sendo expostas a desafios de maior complexidade relacional. Os times internacionais, as diferentes localidades, as fusões e aquisições fazem com que as pessoas precisem desenvolver cada vez mais suas habilidades de comunicação intercultural. Profissionais com habilidades interpessoais e compreensão das diferenças culturais podem contribuir diretamente para melhorar a eficiência da comunicação, a e consequentemente os resultados organizacionais.

Mas o que é cultura? Segundo Geert Hofstede, é “a programação coletiva da mente que distingue os membros de uma categoria de pessoas de outra”. A cultura é um sistema compartilhado de atitudes, valores e crenças. Se refletirmos sobre a palavra programação, isso significa que temos um “software” instalado que funciona como um “óculos” de como as coisas são e como devem funcionar. Partindo deste entendimento, quando estamos frente a uma diferença cultural podemos ter conflitos significativos pois cada lado enxerga o mundo de uma perspectiva diferente. Alguns aspectos superficiais das diferenças podem ser mais facilmente administrados, mas outros aspectos ligados aos valores serão mais desafiadores.

Quando compreendemos as diferenças culturais fica mais claro identificar a origem de algumas discussões e, portanto, poderemos utilizar estratégias de negociação para acharmos soluções de forma que atenda as necessidades das partes. Ampliando a consciência intercultural também é possível compreender os diferentes estilos de comunicação e interação social. Por exemplo: algumas dimensões culturais estimulam uma comunicação mais direta e objetiva e outras contribuem com uma linguagem mais indireta, apaziguadora e que evita conflitos. Tendo isso mente posso lidar e estimular de forma mais assertiva a cooperação no time.

As dimensões culturais passam por seis aspectos:

Antes de tentar identificar a cultura dos outros o mais importante é compreender a nossa própria cultura e como nós impactamos as demais. Assim poderemos estar mais conscientes nos momentos em que estivermos frente a um choque ou conflito cultural. O desenvolvimento da inteligência cultural começa com auto percepção e passa pela habilidade de criar colaboração em diversas situações impactadas por desafios culturais. É uma combinação entre Inteligência emocional, conhecimento cultural e a prática de métodos para aproximar as diferenças.

Investir em interculturalidade impacta diretamente a eficiência dos times e os resultados da sua organização. Você está pronto para este desafio?

 

Luciana Gazzoni, Proprietária da Light Up Desenvolvimento Humano, especialista em desenvolvimento de pessoas e interculturalidade. Qualificada pela empresa Richard Lewis Communications em Comunicação Intercultural e Relacionamentos Interculturais. Especialista em Inteligência Emocional e Intercultural.