Como contribuir para a gestão de carreira de seus colaboradores?

A gestão da carreira é do próprio colaborador, porém com estas 4 ações o gestor poderá contribuir e muito para o desenvolvimento de seu colaborador:

1. A entrevista


O processo de carreira começa pela entrevista, cuide do ambiente onde será realizado o processo. Lembre-se: o candidato também avalia a empresa e a sua postura. Como gestor, tente investigar como o candidato lidou com situações difíceis e, ao perceber que ele poderá ser um talento, automaticamente comece a fazer sua venda como gestor e a vender a empresa. Em seguida, compartilhe suas histórias sobre como ajudou seus colaboradores a conseguirem realizar seus objetivos, como os auxiliou a crescerem na carreira que desejavam. Caso você não tenha uma história como gerente, que tal refletir e começar a construir isso, hein?

2. O estabelecimento de contratos


Uma vez que o colaborador foi contratado, é hora de recebê-lo. Cuide de sua integração, sentir-se incluso e bem quisto pela equipe ajuda a promover o sentimento de pertença. Esta atitude faz com que o novo colaborador passe a compreender um pouco mais sobre a cultura da empresa e o seu modo de atuar como gestor. Este primeiro momento é perfeito para definir os objetivos e firmar o contrato da relação. Explique como as coisas funcionam e descreva ao colaborador o que precisa ser feito a fim de ser bem-sucedido no cargo, ressaltando como isso vai ser bom para a sua carreira. Este alinhamento já poderá ser o primeiro plano de desenvolvimento individual (PDI), clarificando até onde ele poderá chegar dentro desta empresa.

3. Acompanhar o desempenho


Estar atento as reais necessidades dos colaboradores colabora para melhorar o desempenho de sua equipe. Faça conversas individuais, explore e instigue que peçam ajuda quando estiverem com dificuldades. Alinhe quais são as prioridades. Ser um bom gestor vai requerer que por diversas vezes você pare para orientar a sua equipe. Procure compreender como está a relação com os demais colegas e com a família, esses são dados importantes que podem interferir no bom desempenho. Crie indicadores, isso facilitará a compreensão do que exatamente precisa melhorar.

4. Abertura para conversas


Oferecer feedbacks tanto para ajustar quanto para parabenizar deverá ser uma prática constante e de preferência logo após o fato ter ocorrido. Esteja aberto para analisar e alinhar as rotas do que foi planejado. Auxilie o colaborador em como poderá ser um profissional melhor. Não tenha medo de conversar sobre a carreira, mesmo que este profissional opte por continuar sua carreira fora da empresa. Ter uma relação aberta e de confiança com os colaboradores aumenta o nível de retenção. Tente abster-se de rótulos e foque em fatos e dados, fazendo com que o colaborador se empodere da responsabilidade de seus atos e, consequentemente, de sua carreira. Permanecendo ou não na empresa, tenha certeza que você contribuiu para o crescimento de um profissional! E isto é muito gratificante para um gestor.

COMPARTILHE

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

CATEGORIAS

NEWSLETTER ÁE

Quer ficar por dentro dos conteúdos mais atualizados sobre RH, liderança e gestão Assine nossa News e receba os melhores conteúdos GRATUITAMENTE